topo
Início da Busca
Campo de busca
Fim da Busca
Início do contéudo da página

Portabilidade é a possibilidade que o beneficiário tem de trocar de plano de saúde, dentro da mesma operadora ou para uma operadora diferente, sem ter que cumprir novos períodos de carência. Para que isso seja possível, é necessário:

1

Estar em dia com as mensalidades.

2

Escolher uma opção compatível na mesma faixa de preço do plano de origem.

3

Ter permanecido dois anos na primeira troca. Para o beneficiário que estiver cumprindo Cobertura Parcial Temporária (CPT), a permanência é de três anos.

4

Solicitar a portabilidade no período de 120 dias contados a partir do 1º dia do mês do aniversário do contrato.

A portabilidade pode ser realizada por quem tem planos individuais e familiares e para os planos coletivos por adesão, contratados a partir de 02/01/1999.

Existem outras situações em que também é possível trocar de plano, como por exemplo, se a operadora tiver seu registro cancelado pela ANS ou se estiver em processo de Liquidação Extrajudicial (falência). Outra situação é se o beneficiário perder seu vínculo com o plano, por falecimento do titular, ou em decorrência de perda da condição de continuar no plano como dependente.

Confira o passo a passo para fazer a portabilidade de carências e conheça outras situações em que você pode trocar de plano de saúde. Saiba mais



Compartilhe:

Fim do contéudo da página
Início do rodapé
ANS no Twitter
ANS no YouTube
ANS no Facebook
RSS
Acesso à Informação
Governo Federal
Fim do rodapé

ANS - Agência Nacional de Saúde Suplementar

Inicio do Endereço Sede
Avenida Augusto Severo, 84 - Glória - Rio de Janeiro/RJ - CEP: 20021-040
Fim do Endereço Sede
Ir para o topo da página