topo
Início da Busca
Campo de busca
Fim da Busca
Início do contéudo da página

Monitoramento da Qualidade dos Prestadores de Serviços de Saúde

Este componente consiste em um sistema de medição que avaliou a qualidade dos prestadores de serviço na saúde suplementar por meio de indicadores que possuem validade, comparabilidade e capacidade de discriminação dos resultados. Para tanto, foi definido um conjunto de indicadores relacionados à qualidade dos prestadores que possibilitassem a comparação entre os diversos prestadores.


Processo de avaliação

A avaliação dos prestadores ocorreu por meio de indicadores os quais foram definidos pela ANS em conjunto com o Comitê Gestor do Programa QUALISS – COGEP, que foi o Comitê Gestor do Programa de Divulgação da Qualificação de Prestadores de Serviço na Saúde Suplementar durante os anos de 2011 a 2013. O comitê era uma instância colegiada consultiva, composta por representantes dos prestadores de serviços de saúde, dos consumidores de planos de saúde, das operadoras, de instituições de ensino e pesquisa, da Anvisa e do Ministério da Saúde. Em junho de 2015, A ANS iniciou discussões sobre o Programa QUALISS com representantes do setor, incluindo a possibilidade de reativação do COGEP.

Classificação por relevância

Os indicadores são classificados quanto à relevância em:

  • Essenciais – foram reportados obrigatoriamente por todos os participantes.
  • Recomendáveis - reportados opcionalmente pelos participantes.

Ciclo de vida dos indicadores

Os indicadores possuíam um ciclo de vida dividido em:

Ciclo de vida dos indicadores

  • Planejamento (Estágio 1 - E.1): estágio de elaboração e debate no Comitê Gestor do Programa - COGEP;
  • Avaliação controlada (E.2): estágio de validação da qualidade, confiabilidade e viabilidade em um conjunto piloto de prestadores de serviços;
  • Generalização do uso (E.3): estágio de utilização em todos os prestadores de serviços; e
  • Descontinuado (E.4): estágio de suspensão da utilização no QUALISS.

Após o estágio de planejamento, em que foram definidos os indicadores a serem utilizados naquele período avaliativo, passou-se à avaliação controlada, no qual os indicadores foram testados num grupo de prestadores que participaram de forma voluntária e reportaram os dados necessários para o cálculo dos indicadores. Após esta etapa de avaliação, será estudada a generalização do uso para todos os prestadores que fizeram adesão ao QUALISS, sendo obrigatório para aqueles pertencentes à rede própria.

No estágio de avaliação controlada, os resultados foram divulgados somente para os prestadores participantes do piloto. No piloto, todas as participações foram voluntárias, sendo a obrigatoriedade da rede própria reservada apenas para eventual etapa 3. Rede própria é todo e qualquer serviço de saúde de propriedade da operadora ou de sociedade controlada pela operadora ou, ainda, de sociedade controladora da operadora

Profissionais e unidades de saúde que desejassem fazer parte do monitoramento deveriam estar credenciadas à rede de alguma operadora e ter licença de funcionamento atualizada, emitida por órgão de vigilância sanitária.



Compartilhe:

Fim do contéudo da página
Início do rodapé
ANS no Twitter
ANS no YouTube
ANS no Facebook
ANS no Likedin
RSS
Acesso à Informação
Governo Federal
Fim do rodapé

ANS - Agência Nacional de Saúde Suplementar

Inicio do Endereço Sede
Avenida Augusto Severo, 84 - Glória - Rio de Janeiro/RJ - CEP: 20021-040
Fim do Endereço Sede
Ir para o topo da página